sábado, abril 07, 2018

ACERVO ETNOGRÁFICO

Conforme informações que estão no site da Prefeitura de Itaúna/MG, o Acervo que pertenceu ao Museu Etnográfico Antônio Martins de Lima com 312 peças, tornou-se Patrimônio protegido e Tombado pelo município de Itaúna

PATRIMÔNIO PROTEGIDO - ITAÚNA/MG BENS TOMBADOS ESTRUTURAS ARQUITETÔNICAS E BENS MÓVEIS
DENOMINAÇÃO
ENDEREÇO
ANO DE TOMBAMENTO
Acervo do Museu Etnográfico Antônio Martins de Lima (312 peças)
Museu Etnográfico Antônio Martins de Lima
2003

HISTÓRICO
MUSEU ETNOGRÁFICO ANTÔNIO MARTINS DE LIMA
Fundado em 2000, por Fábio Lopes de Lima, natural de São João del Rei, neto de Antônio Martins de Lima, que trabalhou por mais de trinta anos como mestre de obras na restauração de monumentos históricos a serviço do SPHAN, atual IPHAN sob a direção de Rodrigo Melo Franco de Andrade na região de São João del rei.
A lembrança das palavras e a imagem gravada na memória de suas mãos trabalhando na confecção de carros de bois e utensílios rurais exerceram forte influência sobre os ideais da formação de um centro de conservação da nossa história.

OBJETIVOS
a)    Recolher, restaurar, expor permanentemente os objetos de uso de nossos antepassados, possibilitando as pessoas observarem o modo de vida e maneira de trabalho, relações sociais, jurídicas, econômicas, religiosas e culturais de nossa sociedade no decorrer de sua história despertando o respeito por aqueles que trilharam com dificuldades o caminho já batido de nossas atividades atuais.
b)   Tonar-se um centro de referência de pesquisa histórico etnográfico sendo irradiador e formador de conservadores de nossa história.
O Museu Etnográfico parte agora para a etapa de construção de um local para abrigar o seu acervo e biblioteca e construção de uma capela singela.


Referências:
Relação de Bens Protegidos e Tombados do Município de Itaúna. Disponível em: http://www.itauna.mg.gov.br/site/resources/anexos/20141203100239000000_bens-tombados-itaunapdf
Histórico do Museu Etnográfico Antônio Martins de Lima: documento informativo doado ao professor Marco Elísio e repassado aos cuidados de Charles Aquino
Fotografia: Prefeitura Municipal de Itaúna/MG.
Organização: Charles Aquino. Pós-Graduando em História e Cultura no Brasil Contemporâneo – Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).





0 comentários:

Postar um comentário