sexta-feira, março 30, 2018

O GOSTO DO FIM

Luiz Mascarenhas

Qual será o gosto do fim?
Fim não tem gosto, tem?
Amargo, afirmarão abruptamente alguns...
Doce... revelarão os sádicos
Azedo como a Vida, dirão os secos...
Qual será o gosto do fim?
Tem sabor do eterno, sugerirão os crentes...
Tem o dulçor da saudade...cantarão os amantes!
Tem a secura da morte, sentenciarão os realistas...
Mas...qual será o gosto do fim?
O gosto do fim
Está todos os dias
No canto da boca
Na tristeza do olhar
Na mudez das palavras
No vazio dos gestos
Na certeza da morte
No fim de tudo
Do tudo ao nada
Do nada ao eterno
Do eterno ao pó
Do pó às estrelas
Das estrelas ao sonho
Do sonho à paixão
Da paixão à loucura
Da loucura à Vida
Da Vida à morte...
Da Morte ao fim...
Do fim ao começo
Começo de tudo!
Mas... qual será o gosto do fim?


Acervo: Shorpy

0 comentários:

Postar um comentário