quarta-feira, dezembro 26, 2012

Santanense Parte 2

Emancipação Santanense Parte 02



FOLHA DO OESTE

Sebastião Nogueira Gomide    -  Diretor

Nº 442  ITAÚNA , SÁBADO 25 DE MAIO DE 1963   ANO 20

REVOLTA !


Esperamos que todos os itaunenses, dignos do nome, se unam conosco e combatam o Insensato Projeto. À liderança udenista itaunense, principalmente, cabe todo trabalho de fazer fracassar a iniciativa.  Àquelas que tiveram tão nefanda Ideia que pensem um pouco em Itaúna pois todos eles foram nascido aqui. É em ocasiões assim que a gente tem saudade do Cel. Manoelzinho, do Záu, do Major Senocrit e outros lutadores. Publicamos abaixo as declarações do C.I. José Lima, presidente do PSD e grande industrial sobre o grande problema. No próximo número publicaremos as declarações do Dr. Hely Gonçalves de Sousa, Presidente da UDN local e grande político local. Este jornal só cessará a campanha, quando vitoriosa. Quero externar minha opinião, sem considerar o fato de ser político militante e Presidente do PSD, atendendo apenas aos meus impulsos de cidadão itaunense, patriota, devotado à sua terra, e, principalmente, filho daquele próspero Bairro. Nasci em Santanense e muito me orgulha deste fato, tão marcante em minha vida. Mas, não posso conceder, agora, que, por uma simples ficção jurídica, totalmente divorciada da realidade, eu deixei de ser também itaunense.
Itaúna e Santanense são uma coisa só. Frutos da mesma árvore. Tem as mesmas tradições, o mesmo passado, e a mesma origem comum. Santanense sempre foi o Bairro mais importante de Itaúna. Hoje tão bem cuidado, com o asfalto que lhe deu o ilustre e digno Governador Magalhães Pinto, constitui realmente justo orgulho de nossa terra.  A fábrica de tecidos, pioneira em Santana, é na região, que tanto projeta o nome de Itaúna além de nossas fronteiras, tão identificada com o nome de nossa terra, não pode, um dia para outro, ser arrancada de nosso meio, onde produz tanto e tamanho benefícios pra nossa gente e para a nossa cidade. Quero crer mesmo que tal providência está sendo tomada sem o devido cuidado e com um pouco de precipitação.
 Itaúna e Santanense, ambos, a cidade e o bairro, muito se prejudicarão com a concretização desta ideia. Juntos, só poderão progredir e crescer. Somando suas forças darão ao nosso município uma pujança que há de nos colocar em posição muito privilegiada em nosso Estado. Divididos, estaremos mal colocados, com pouca expressão e em lugar sem relevância. Unidos, seremos os primeiros na produção, no pagamento de impostos federais e estaduais e muito poderemos pedir e reivindicar para nossa terra  e sua laboriosa população.  
Nada altera repórter, interrompeu o ilustre entrevistado, perguntando-lhe o que devia ser feito para impedir a emancipação do Bairro!
- Devemos nos unir, sem coloração política, sem outros interesses que não sejam  o de defender Itaúna e Santanense, UDEN,PSD,PTB,MTR,PR,PSP, povo e autoridades, todos, unidos, devemos nos dirigir ao Sr. Governador, aos nossos ilustres deputados, dará quem nos defendam e impeçam que tal esbulho aconteça. Os ilustres e dignos membros da diretoria da UDN municipal, que tanta força tem junto ao Sr. Governador Magalhães Pinto , sob a liderança de meu particular amigo Ronan Soares , muito poderão fazer para que Itaúna e Santanense permaneçam unidas e identificadas, conforme nosso passado rico de tradições e de glórias comuns.
De minha parte, coloco-me ao inteiro dispor não só de “FOLHA DO OESTE”, sempre disposta a defender os reais interesses de Itaúna, para ao lado de nosso povo, trabalhando com os demais partidos e autoridades, tudo fazer para que não se rompam os laços que sempre uniram Santanense e Itaúna. 

Digitalização conforme original 
Fonte pesquisa Instituto Cultural Maria de Castro Nogueira -  ICMC

0 comentários:

Postar um comentário